Fala-nos Pedro – Pe. Enzo Santângelo

R$5,00

O apóstolo Pedro – nesta reduzida autobiografia – nos proporciona um conhecimento melhor da missão libertadora de Cristo: a condenação do fanatismo religioso (cf. Mt 23, 29-31), a aproximação aos marginalizados, contrariando a lei da impureza (cf. Mc 2,14-17; Mc 7, 1-8), a evangelização dos pagãos (cf. Mt 21,43; Lc 13,28; Mt 28,19), a condenação da hipocrisia dos líderes do povo (cf. Lc 11,37-44), a coragem de enfrentar o poder de Pilatos (cf. Jo 19, 9-11) e de Herodes (cf. Lc 13, 31s), a correção da Lei dada por Moisés (cf. Mt 5, 21-48; Mc 10,3-9) e a apresentação de um Deus-Amor (cf. 1Jo 4,8; 1Jo 4, 16), a relativização da observância do “sábado” (cf. Mt 12, 1-8; Mc 1,29-31) e o resumo da Lei de Deus no mandamento novo do Amor (cf. Mc 12, 31a; Jo 15,12).

Todos os apóstolos apontam ao ser humano a salvação do planeta Terra, através da prática da justiça, da paz e da integridade da Criação. Os apóstolos afirmam, sobretudo, que haverá certeza de vida para todos se o ser humano resolver possuir pacificamente, e de uma maneira nova, as coisas criadas. Pois, só com elas poderá possuir e ser possuído pelo próprio Criador, para se tornar semelhante a Ele (1Jo 3,2).

64páginas
14x21cm

Comparar
Apresentação

Descrição

O apóstolo Pedro – nesta reduzida autobiografia – nos proporciona um conhecimento melhor da missão libertadora de Cristo: a condenação do fanatismo religioso (cf. Mt 23, 29-31), a aproximação aos marginalizados, contrariando a lei da impureza (cf. Mc 2,14-17; Mc 7, 1-8), a evangelização dos pagãos (cf. Mt 21,43; Lc 13,28; Mt 28,19), a condenação da hipocrisia dos líderes do povo (cf. Lc 11,37-44), a coragem de enfrentar o poder de Pilatos (cf. Jo 19, 9-11) e de Herodes (cf. Lc 13, 31s), a correção da Lei dada por Moisés (cf. Mt 5, 21-48; Mc 10,3-9) e a apresentação de um Deus-Amor (cf. 1Jo 4,8; 1Jo 4, 16), a relativização da observância do “sábado” (cf. Mt 12, 1-8; Mc 1,29-31) e o resumo da Lei de Deus no mandamento novo do Amor (cf. Mc 12, 31a; Jo 15,12).

Todos os apóstolos apontam ao ser humano a salvação do planeta Terra, através da prática da justiça, da paz e da integridade da Criação. Os apóstolos afirmam, sobretudo, que haverá certeza de vida para todos se o ser humano resolver possuir pacificamente, e de uma maneira nova, as coisas criadas. Pois, só com elas poderá possuir e ser possuído pelo próprio Criador, para se tornar semelhante a Ele (1Jo 3,2).

64páginas
14x21cm

Informação adicional

Peso 0.08 kg
Dimensões 14 × 21 × 1 cm

Você também pode gostar de…