A Ternura de Deus nos Salmos – Pe. Enzo Santângelo

R$4,00

Este número de O Recado é um convite ao louvor e agradecimento a Deus pela oração dos Salmos. Afinal, Salmos são a prece cantada por nossos irmãos, o povo de Israel – os louvores ao Senhor – por cerca de mil anos.
São 150 orações, cantos de alegria, de dor, súplicas, queixas; são momentos de fé e esperança.
Chamam-se Salmos por que eram preces acompanhadas por um instrumento musical assim chamado. Começam com o rei Davi (cerca de 1000 anos a.C) e vão até aos Macabeus (cerca de 160 a.C). Foram sendo criados e cantados seguindo a história do Povo da Bíblia, sua Aliança com Deus, sua fidelidade – ou não – aos Mandamentos. Jesus também rezou os Salmos. Inclusive no momento de sua morte (Sl 22,2).
O autor, Pe. Enzo, já facilitou nossa oração excluindo impropérios, exaltações, raiva do povo judeu em muitas circunstâncias ao longo de sua história. Deu-nos os Salmos da Ternura, do amor infinito de Deus, de sua proteção, de sua paciência com os homens, sem tolher-lhes a liberdade e o desabafo na aflição.
Em setembro vamos celebrar o mês da Bíblia, rezando, cantando Salmos de Louvor, amor e agradecimento ao Deus de Misericórdia e de Bondade que segue nossos passos em caminhada segura na travessia da vida, sem tirar de nós os olhos de Pai.

14×21 cm
96 páginas

Comparar
Categoria: Tags: , , ,
Apresentação

Descrição

A Ternura de Deus nos Salmos

A ternura de Deus nos Samos da Bíblia. Um convite ao louvor e agradecimento a Deus pela oração dos Salmos. Afinal, Salmos são a prece cantada por nossos irmãos, o povo de Israel – os louvores ao Senhor – por cerca de mil anos.
São 150 orações, cantos de alegria, de dor, súplicas, queixas; são momentos de fé e esperança.
Chamam-se Salmos por que eram preces acompanhadas por um instrumento musical assim chamado.

Começam com o rei Davi (cerca de 1000 anos a.C) e vão até aos Macabeus (cerca de 160 a.C). Foram sendo criados e cantados seguindo a história do Povo da Bíblia, sua Aliança com Deus, sua fidelidade – ou não – aos Mandamentos. Jesus também rezou os Salmos. Inclusive no momento de sua morte (Sl 22,2).
O autor, Pe. Enzo, já facilitou nossa oração excluindo impropérios, exaltações, raiva do povo judeu em muitas circunstâncias ao longo de sua história.

Deu-nos os Salmos da Ternura, do amor infinito de Deus, de sua proteção, de sua paciência com os homens, sem tolher-lhes a liberdade e o desabafo na aflição.
Vamos celebrar o mês da Bíblia, rezando, cantando Salmos de Louvor, amor e agradecimento ao Deus de Misericórdia e de Bondade que segue nossos passos em caminhada segura na travessia da vida, sem tirar de nós os olhos de Pai.

96 páginas

Informação adicional

Peso 0.080 kg

Você também pode gostar de…