A Ternura de Deus nos Salmos – Pe. Enzo Santângelo

R$4,50 R$4,00

Este número de O Recado é um convite ao louvor e agradecimento a Deus pela oração dos Salmos. Afinal, Salmos são a prece cantada por nossos irmãos, o povo de Israel – os louvores ao Senhor – por cerca de mil anos.
São 150 orações, cantos de alegria, de dor, súplicas, queixas; são momentos de fé e esperança.
Chamam-se Salmos por que eram preces acompanhadas por um instrumento musical assim chamado. Começam com o rei Davi (cerca de 1000 anos a.C) e vão até aos Macabeus (cerca de 160 a.C). Foram sendo criados e cantados seguindo a história do Povo da Bíblia, sua Aliança com Deus, sua fidelidade – ou não – aos Mandamentos. Jesus também rezou os Salmos. Inclusive no momento de sua morte (Sl 22,2).
O autor, Pe. Enzo, já facilitou nossa oração excluindo impropérios, exaltações, raiva do povo judeu em muitas circunstâncias ao longo de sua história. Deu-nos os Salmos da Ternura, do amor infinito de Deus, de sua proteção, de sua paciência com os homens, sem tolher-lhes a liberdade e o desabafo na aflição.
Em setembro vamos celebrar o mês da Bíblia, rezando, cantando Salmos de Louvor, amor e agradecimento ao Deus de Misericórdia e de Bondade que segue nossos passos em caminhada segura na travessia da vida, sem tirar de nós os olhos de Pai.

14×21 cm
96 páginas

1989 em estoque

Comparar
Apresentação

Descrição

Este número de O Recado é um convite ao louvor e agradecimento a Deus pela oração dos Salmos. Afinal, Salmos são a prece cantada por nossos irmãos, o povo de Israel – os louvores ao Senhor – por cerca de mil anos.
São 150 orações, cantos de alegria, de dor, súplicas, queixas; são momentos de fé e esperança.
Chamam-se Salmos por que eram preces acompanhadas por um instrumento musical assim chamado. Começam com o rei Davi (cerca de 1000 anos a.C) e vão até aos Macabeus (cerca de 160 a.C). Foram sendo criados e cantados seguindo a história do Povo da Bíblia, sua Aliança com Deus, sua fidelidade – ou não – aos Mandamentos. Jesus também rezou os Salmos. Inclusive no momento de sua morte (Sl 22,2).
O autor, Pe. Enzo, já facilitou nossa oração excluindo impropérios, exaltações, raiva do povo judeu em muitas circunstâncias ao longo de sua história. Deu-nos os Salmos da Ternura, do amor infinito de Deus, de sua proteção, de sua paciência com os homens, sem tolher-lhes a liberdade e o desabafo na aflição.
Em setembro vamos celebrar o mês da Bíblia, rezando, cantando Salmos de Louvor, amor e agradecimento ao Deus de Misericórdia e de Bondade que segue nossos passos em caminhada segura na travessia da vida, sem tirar de nós os olhos de Pai.

14×21 cm
96 páginas

Informação adicional

Peso 0.080 kg
Dimensões 14 × 21 × 1 cm

Você também pode gostar de…